Sexta, 26 de janeiro de 2018, 12h28
REUNIÃO
Empresários da Capital participam de reunião com Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços


 

Assessoria de Imprensa

CDL Cuiabá

Aproximadamente 50 empresários de Cuiabá e Várzea Grande participaram de uma reunião com o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge de Lima, na tarde desta quinta-feira (25.01). O encontro aconteceu no Palácio Paiaguás e contou também com a presença do governador do Estado, Pedro Taques, secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Carlos Avalone e do deputado estadual Oscar Bezerra.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas  (CDL Cuiabá), Nelson Soares Junior, essa foi uma grande oportunidade para a classe empresarial da capital. “Para nós uma oportunidade impar que o governo do Estado nos proporcionou de estarmos com a maior autoridade do governo federal do nosso segmento do comércio e da prestação de serviço, então, somos gratos por esse momento e por termos colocado aqui as nossas reivindicações para o ministro”, disse Soares, que espera ainda que as solicitações apresentadas durante a reunião sejam levadas para dentro da pasta e que se busque irradiá-las no governo federal de forma a atender as necessidades do setor.

Entre os assuntos abordados com o Ministro, foi solicitado pelos empresários a urgência do Congresso Nacional derrubar o veto do presidente Michel Temer, de imediato, em relação ao Refis do Simples; Foi colocado a necessiade de se desenvolver linhas de créditos especificas para o comércio, inslucive com acesso direto do pequeno empresário ao BNDES; Também foi solicitado a postergação do prazo de recadastramento do MEI, que inclusive vence hoje, para que as pessoas que não fizeram tenham mais tempo para fazer; Foi colocada a dificuldade que o Estado apresenta em relação a conectividade, a falta de investimento tem prejudicado muito os negócios em função da dificuldade ao acesso a internet; Além disso, o setor de veículos cobrou um posicionamento sobre o plano automotivo 2030, entre outros.

Durante a reunião ainda, o presidente da CDL Cuiabá, aproveitou para falar sobre a Reforma tributária.  “O que nós colocamos foi a necessidade urgente de que se simplifique a vida do empresário, hoje o que temos é uma dificuldade enorme de se recolher os impostos, não é que o empresário não queira pagar, mas o problema é que é muito dificil de se recolher. A simplicação tributária e a reforma tributária é que tendem a aliviar isso deixando mais espaço para o empesário focar no negócio dele, desta forma facilitando a arrecadação do estado, ficando assim ágil, mais fácil e consequentemente o Estado vai acabar arrecadando mais”.

Já o ministro após ouvir as reivindicações e os anseios da classe empresarial, se posicionou favoravelmente as solicitações e adiantou algumas ações que já estão sendo tratadas dentro do ministério. Uma delas é a criação de um fundo de aval para facilitar o acesso ao crédito ao pequeno e médio empresário. Ele também se prontificou de levar as solitações até brasilia no sentido de dar encaminhamento afim de verificar até onde é possivel atender as reivindicações dos empresários.Por fim, ele se comprometeu que o seu partido PRB irá apoiar a derrubada do veto do presidente em relação a não aprovação do Refis do Simples.

 

Foto: Christiano Antonucci


Fonte: CDL Cuiabá
Visite o website: http://cdlcuiaba.com.br/