Notícias / APOIO
Sexta, 29 de setembro de 2017, 13h07
| Tamanho do texto A- A+

REFORMA TRIBUTÁRIA: Representantes do comércio da capital se reúnem com deputado federal

Assessoria de Imprensa
CDL Cuiabá


Com objetivo de discutir a reforma tributária, a qual visa acabar com dez impostos brasileiros e transformá-los em apenas dois, o vice-presidente institucional da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cuiabá e da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL) de Mato Grosso , Paulo Gasparoto, esteve reunido na manhã desta sexta-feira (29.09) com o deputado federal e membro da Comissão da Reforma Tributária, Rogério Silva. Também participaram do encontro o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Cuiabá (FACMAT), Jonas Alves, e o presidente da Fecomércio, Hermes Martins.

Durante a reunião, que aconteceu na Facmat, o vice-presidente da CDL Cuiabá, falou da importância de realmente se concretizar a reforma tributária no País.  “O que se busca mesmo não é a redução de impostos, é a praticidade, queremos a facilidade no pagamento do tributo e segurança jurídica para quem paga. Se vai aumentar ou diminuir já é outra história. O consumo tem que sair fora da tributação. A população não tem noção de todo imposto que ela paga. Eu queria fazer essa menção, acredito eu que temos que ter essa simplificação emergencial”, disse.

Gasparato ainda alertou sobre “as micro e pequenas empresas estão abandonadas e elas representam 90% da empregabilidade do comércio, senão tivermos melhorias emergenciais para esses setores, corremos o risco delas terem que fechar as portas e o desemprego ficar ainda maior no País”.


Por sua vez, o deputado presente na reunião, afirmou que a “Reforma Tributária é importante no processo de desenvolvimento e o modelo que foi apresentado pelo deputado Luiz Carlos Hauly, que tira aos poucos a tributação do consumo e joga para o ganho de receita de forma escalonada é uma grande saída. O problema maior vai ser com outros entes da Federação, Estados e Municípios. As discussões ainda estão muito complexas, mas tem que dar um início,  nem que de repente se apresente um projeto e seja aprovado. Já conseguimos avançar na Reforma Política e temos grande chances de avançar na Reforma Tributária”, disse.

O parlamentar também reforçou que a “Reforma não tem desgaste nenhum, principalmente para os deputados. O caminho é esse, começar a dialogar com os parlamentares. Os índices econômicos são favoráveis para isso”, salientou Silva.

No encerramento da reunião, após os representantes do comércio solicitarem o apoio do deputado para andamento do projeto dentro da Câmara Federal, Rogério Silva se comprometeu a acompanhar de perto todo o processo.

 

 

Galeria de Fotos:
PARCEIROS

CDL Cuiabá © 2016 - Todos os direitos reservados - (65) 3615-1500

Sistema CNDL