Dólar: R$
whatsapp
Notícias /
Sexta, 20 de março de 2020, 19h39
| Tamanho do texto A- A+

CDL Cuiabá alerta população para novo decreto municipal que determina fechamento do comércio a partir de segunda-feira

Assessoria de Imprensa

CDL Cuiabá

Por meio de um decreto assinado hoje (20.03), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, determinou o fechamento do comércio na capital, de forma presencial, para evitar a propagação do novo coronavírus. A medida terá inicio nessa segunda-feira (23.03) e vale até o dia 5 de abril podendo ser prorrogada.

Segundo a prefeitura, a medida não vale para supermercados e congêneres como padarias e açougues, clínicas de saúde privadas, postos de combustíveis, farmácias, lojas de vendas de materiais para construção, serviço de segurança privada, lavanderias e serviços de higienização, serviços de táxi e aplicativos de transporte individual remunerado de passageiros, distribuidores de água e gás, estabelecimentos bancários, funerárias, entre outros conforme decreto desde que observadas todas as normas de higiene da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Restaurantes e lanchonetes atenderão somente por meio de entregas (delivery) seguindo todas as orientações estabelecidas pela OMS. O transporte coletivo também vai parar por determinação do prefeito. Atuarão normalmente apenas servidores da área da saúde e de secretarias de fiscalização.

“Fica determinado o fechamento de todo e qualquer estabelecimento comercial. Shoppings, restaurantes, templos, igrejas, bares, academias, clubes e similares e exposições em geral”, disse o prefeito.

O decreto ainda prevê que os estabelecimentos comerciais que se encaixam na medida só poderão manter seus serviços administrativos e a realização de vendas por meio de aplicativos, internet ou instrumentos similares e delivery que também devem se adaptar às medidas de precaução contra a proliferação do vírus.

O decreto de situação de emergência ainda autoriza a aquisição de produtos usados no combate do Coronavírus com dispensa de licitação. Também está suspensa as atividades de ambulatórios que estavam agendadas, assim como cirurgias eletivas.

"Estamos acompanhando em tempo integral todas essas medidas para que possamos contribuir na informação verdadeira da situação. A CDL seguirá o decreto, pois neste momento precisamos ter sabedoria, discernimento e priorizarmos a saúde das pessoas. Importante nos autoprotegermos para protegermos o próximo, principalmente os mais vulneráveis, que se enquadram no grupo de alto risco estabelecido pela OMS e Ministério da Saúde, como as pessoas acima de 55 anos, diabéticos, doentes cardíacos ou aqueles que já tenham a saúde debilitada", disse o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja.

Granja acrescentou ainda que " a CDL Cuiabá está à disposição de todos para qualquer esclarecimento", finalizou.

 

Clique aqui para baixar o decreto.

Galeria de Fotos:
PARCEIROS

CDL Cuiabá © 2019 - Todos os direitos reservados - (65) 3615-1500

Sistema CNDL